Skip to content

Feliz Páscoa

05/04/2012

Páscoa é período de renovação e união com a família e amigos queridos. O feriado também é uma oportunidade para dar aquela descansada e ficar mais perto das crianças, numa deliciosa viagem ou no conforto do “lar, doce lar”.

Mesmo para aqueles que não sairão de suas cidades, a nossa sugestão é uma viagem. Sim. Porque toda a história de um livro é um convite para um mundo diferente, onde é possível aprender muitas coisas.

A escritora Clarice Lispector fez sua estreia na literatura infanto-juvenil com o livro “O Mistério do Coelho Pensante”. Colocamos aqui a sinopse para vocês:

“Esta história só serve para criança que simpatiza com coelho”, comenta a autora logo nas primeiras linhas, como se fosse possível alguém não gostar desses pequenos roedores de cenoura. Ainda mais se ele for o Joãozinho, um coelhinho de pêlo branquinho muito especial que, com seu estilo caladão, surpreendeu a todos quando “cheirou” uma incrível ideia “tão boa quanto cenoura fresquinha”.
Como todo coelho, Joãozinho franzia o nariz muito depressa quando estava cheirando, ou melhor, pensando em algo importante. Num desses dias em que a barriga estava roncando uma ideia lhe surgiu à cabeça: fugir da casinhola de grade de ferro sempre que esquecessem a sua comida.
Na verdade, a fuga também seria uma boa oportunidade para Joãozinho saber como era a vida do lado de fora. Tinha muita vontade de curtir a natureza e fazer novas amizades. Enfim, dar umas coelhadas por aí. Foi então que ele franziu o nariz mais depressa para pensar. Franziu e franziu milhares de vezes até descobrir finalmente uma maneira de escapar.
A estratégia deu tão certo que Joãozinho nunca mais ficou sem cenouras. Só que esse coelhinho tomou gosto pela liberdade e, mesmo com comida em abundância em sua gaiola, farejava um jeito de escapar, deixando a garotada da vizinhança encasquetada, tentando descobrir como podia um coelho tão gordinho de tanto comer cenouras sair através de grades tão apertadas? Aí está um grande “mistério”… que, na opinião da autora, “só acaba quando a criança descobre outros mistérios”.
A história deste livro é uma encantadora homenagem de Clarice Lispector a dois coelhos que pertenceram a Paulo e Pedro, seus filhos.

Através dessa sugestão de leitura, desejamos uma Feliz Páscoa para todos vocês. Divirtam-se com coelhos, busca pelos ovinhos de chocolate e curtam bastante com a família. É tempo de união e renovação!

Anúncios
No comments yet

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: